FaceBook Twitter
Buscar buscar

Notícias


voltar

Genéricos representam 23,7% do faturamento de farmacêuticas

Data da Publicação: 7/4/2015

É o que aponta levantamento exclusivo da PróGenéricos

 

As vendas de medicamentos genéricos responderam por 23,7% do faturamento das 10 maiores indústrias farmacêuticas em operação no Brasil. É o que aponta levantamento exclusivo da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (PróGenéricos), que analisou os dados de mercado dessas empresas entre janeiro de 2014 e janeiro de 2015.

“Estamos falando não apenas dos principais players do mercado de genéricos, mas das maiores farmacêuticas do País. Trata-se de um segmento altamente competitivo, em que se ganha com escala e um processo contínuo de aumento da confiança de médicos e consumidores. Por essa razão, se dá a concentração do mercado entre grandes empresas”, afirma a presidente executiva da entidade, Telma Salles.

Os genéricos têm peso importante no faturamento da maior empresa farmacêutica do País, a EMS – 37,93% do faturamento da companhia é fruto da venda de genéricos. Na segunda colocada do ranking, a Hypermarcas, os genéricos respondem por 23,5%, enquanto que na Sanofi, a terceira maior empresa em operação no Brasil, os genéricos respondem por 32,94%.

 

Fonte: Guia da Farmácia





Icone telefone Fone: 11 3433-7068 / 2876-1953

Icone e-mail contato@dpvnice.com.br

Todos os direitos reservados DPV NICE                                                                                                                                            Desenvolvido por Agência Lorem

Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Ocorreu um erro ao enviar sua mensagem.


Preencha os campos corretamente.